APRENDA A PINTAR AQUARELA

Olá amigos

Vamos pintar uma aquarela usando como tema essa magnifica paisagem portuguesa da cidade de Coimbra. Uma das mais famosas universidades europeias. Utilizaremos materiais simples e sem muita logística, simplificando ao máximo todo o processo. Partimos em primeiro lugar com o esboço da paisagem o qual você poderá realiza-lo usando uma das técnicas explicadas nesse site em edições anteriores.


O material consiste em:


1 caixa de aquarelas modelo estúdio

1 pincel largo e macio para a elaboração do céu e de áreas muito extensa

1 pincel médio tamanho 10 para e execução de traços finos e médios.

1 Pincel fino para detalhes tipo, telhados e chão.

1 Vasilhame para colocar agua

1 Lenço de papel para efectuar limpezas dos pincéis e usar como absorvente para os possíveis excesso de agua principalmente no céu.

Antes de começar a pintura você deve prender toda a folha usando uma fita cola sobre a base, evitando assim que no momento da aplicação o papel venha enrugar e encolher, portanto o mesmo deve se encontrar bem preso a base de madeira.

Primeiro vamos colocar um pouco de agua na pastilha de cor azul para dissolve-la e formar um excesso de tinta que será muito útil para a pintura do céu.

É importante preparar a tinta com um certo excesso para não interromper a aplicação da mesma com o intuito de preparar mais tinta. Situação essa provocaria uma secagem da agua aplicada sobre o papel o qual tem que permanecer molhado durante todo o período de aplicação da tinta.

Repare como a agua é aplicada com muita intensidade procurando encharcar toda a área equivalente ao céu.

Depois que o papel estiver completamente molhado aplique a tinta de forma espalhada centrando o excesso de tinta em uma área distante do telhando.
Depois limpar o pincel e utilizar a agua que se encontra embebida no papel para puxar a tinta criando um efeito degradé.

Quanto ao excesso de agua e tinta você vai retirando com o lenço de papel utilizando-o tambem para criar áreas brancas que representará as nuvens.

Já está! O céu com todos seus contrastes e nuvens. Simples, não é?

Enquanto a tinta seca vamos adiantar uma outra parte, nesse caso a entrada principal do predio. Você deve usar bastante agua nessa 1º fase para criar uma manha aguada e suave.

Observe que há área ainda com excesso de agua, não se preoculpe na maioria das vezes isso acaba por criar efeitos positivos.

Vamos com o mesmo processo para a torre. Usando o azul misturado com o siena para dar um efeito sombra.

Agora apanhamos o siena natural para aplicar na parede ao lado.

Distribuimos a cor siena em outras áreas.

Para fazer a grade usamos o azul queimado utilizado para a aplicação da torre.

Para fazer as sombras no interior do predio acrescentamos mais tinta e menas agua. Esse é o processo que devera ser usado na 2º fase.

Aplicar mais tinta para criar o efeito sombra da torre sobre o telhado.

Para o chão usamos tambem o mesmo processo usado no céu. Ou seja, embebedar bastante o papel e depois aplicar suavemente a tinta fazendo com que o papel absorva de forma automatica a tinta que sobre ele é colocada.

Agora com o pincel mais fino faremos os detalhes mais especificos tipo, telhados e chão. Esse processo é muito importante para criar contraste e fazer com que a pintura fique com mais brilho.

Depois desse processo descanse um pouco a vista e dê inicio ao que chamamos de “maquiar” a pintura colocando um pouco mais de cores sobreposta para dar um colorido equlibrado a paisagem.

Ok, está finalizado. Espero que tenham gostado e assimilado bem a informação, o resto é só praticar. Obrigado e boa sorte.

<

DIVULGUE. OBRIGADO!